x

Até sempre...

hoje resolvi corrigir uma falha ENORME neste blog
andava a adiar
continuava a escrever trivialidades
e parecia não encontrar as palavras certas para dedicar um post ao
VASCO GRANJA
este ser humano genial
foi responsável por aquele que considero o meu primeiro alargar de horizontes cultural
continuam a faltar palavras para descrever a alegria e a fascinação com que eu e o meu primo assistiamos ao programa dele
deitados por baixo da mesa da sala da minha avó
de barriga pra baixo, a olhar para o ecrã
(ainda hoje não percebemos como achavamos prática aquela posição)
o Vasco Granja é daquelas pessoas que, sem conhecer pessoalmente, quase me faz jurar a pé juntos
"só pode ser boa pessoa"
o riso, a calma na voz, a simpatia...
o meu muito obrigada...
e aproveitando a onda de homenagem
não podia deixar de referenciar
hoje
o Raúl Solnado
outro exemplo de simpatia, de simplicidade
de criatividade
hoje
dia 10
em que o meu avô festejaria mais um aniversário
se estivesse entre nós.
- eu que achava sempre que avós,
por serem avós,
eram eternos -
senti a maior dôr quando o vi partir
dias depois de me dizer...
"não te preocupes, prá semana estou em casa... vê o nosso Porto!"
e quando o vejo, sorrio sempre a pensar em ti
e as muitas vitórias, são sempre para ti.
ontem foi mais uma, nem de propósito
em forma de prenda de aniversario.
este post é afinal para muita gente...
mas especialmente para ti avô
e para os meus outros 3 avós
que ainda me mimam
e recebem os meus carinhos,
que me criaram
e que continuam a ser um exemplo de vida.

3 comentários:

  1. :P e nem era bem este o rumo que o post iria tomar inicialmente
    mas não consegui evitar...

    ResponderEliminar
  2. ='')

    [porra art.soul eu estou no trabalho! isso não se faz!]

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design