x

Ser mãe

quando ela nasceu eu não sabia muita coisa
ela agora cresceu e eu continuo a aprender
quem diria
um bebé que nem um ano tem
e já ensina coisas aos pais
mas sim, é verdade
tem sido uma descoberta a 3
estamos neste momento num boom de nascimentos
-tal como houve há uns anos um boom de casamentos-
e é engraçado constatar dois factos:
1. o nascer da nova geração dentro do nosso grupo de amigos
chega mesmo a ser comovente, depois de todas as férias, exames, festas, gargalhadas... TUDO, ver entre nós estas criaturas pequenitas que nem se vêem à volta das mesas dos restaurantes, com nariz de um, olhos do outro, a rir, a chorar... a crescer.
2. as diferentes formas de ser pai e mãe
e digo-vos que neste caso, tenho sido surpreendida em quase todos os casos. quem eu pensava que seria mais "mãe-galinha" acaba por ser o oposto, e vice-versa.
não consigo explicar o fenómeno
posso apenas aqui confessar que me incluo
*sem dúvida alguma*
no grupo das galináceas
com orgulho
nunca imaginei que ser mãer fosse o que realmente é
acima de tudo, e no início, MUITO cansativo
mas tentei dar o meu melhor e não mudava a forma como lidei com os problemas que foram surgindo... até acho o resultado uma doçura;)
mas
vejo algumas situações que me arrepiam e deixam desconfortável
por exemplo
eu nunca deixaria a minha bebé, de dias, no carrinho e ia "ali e já venho"
aconteceu-me isto no fim de semana passado
uma amiga resolveu aproveitar o facto de eu estar a alimentar a minha criança
para se levantar e deixar a dela no carrinho a dormir
e foi
(tudo bem)
e deixou-se ficar
e eu queria sair
e ela não voltava
(...)
tive de a ir chamar
dizer que ia sair, se ela não queria ir buscar a bebé ou ficar perto dela
*eu ficaria envergonhada*
ela aproveitou ainda para ir buscar uns "comes e bebes" e lá foi para perto da bebé
gosto mesmo de ser mãe galinha
CÓCÓRÓCÓCÓOOOOO

6 comentários:

  1. Alguém tem de contribuir para as estatísticas de raptos, a tua amiga, pelos vistos, insere-se nessa categoria. Descontração sim, despreocupação total não, ainda esta semana passei por um carro a trabalhar com uma criança lá dentro, enquanto a mãe estava no café em frente. Feitios... ;)

    Beijocas galináceas!

    ResponderEliminar
  2. Acho maravilhos que admitas que aprendas com o teu bebé, porqe muitas pessoas acham que com os mais novos não se apende nada. Eu acho que se aprende tanto!

    ResponderEliminar
  3. Compreendo-te, perfeitamente! =) A minha filha tem 15 meses e eu pareço uma águia em cima dela! LOL Identifiquei-me com o post e gostei do blog! Parabéns e felicidades para a boneca! Ser mãe é MESMO a melhor coisa do mundo! :)

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design