x

Umas palavrinhas amigas...


esta é a época em que o ano nos passa pela cabeça a várias velocidades. eu faço forward aos dias piores e ponho em slow motion os bons momentos. não é fácil, nada fácil mas já é feitio, não sou dada a grandes lamentos e depressões: XÔÔÔÔÔÔÔ!!!!!!! este ano foi marcado por ter sido o primeiro com 12 meses dedicado ao meu novo papel de mãe. às vezes não sei onde arranjo forças para, depois de uma maratona de noites mal dormidas, conseguir manter a boa disposição mas é um facto, consigo fazê-lo e com estilo, dizem que do tipo "samurai". a verdade é que gosto de chorar no meu cantinho, num momento só meu, de lavagem da alma e depois, ao passar água pelo rosto e olhar o espelho, sorrir e seguir em frente.

ao criar este blog, não era minha intenção revelar o meu lado pessoal mas depois são pessoas que passam por aqui e que deixam mimos, opiniões, críticas e tornou-se inevitável não estar aqui presente com "heart and soul". o fim do ano tem estado carregado de novidades menos boas para demasiadas pessoas próximas de mim, em ambos os lados do monitor.

e a todas ela eu dedico este post.

não vou falar em nomes. quero apenas partilhar, que há um ano atrás também eu senti o mundo desabar. durante meses desesperei, chorei, voltei a acreditar e perdi a esperança, revoltei-me, pensei em desistir mas tive a recompensa e este foi o ano da bonança.
da calma.
do amor incondicional.
e o que vos posso dizer, é que há dias maus, muito maus mas não duram para sempre, nunca. do alto dos meus míseros 30 anos tenho em mim essa certeza, que os dias bons servem para recuperar energias para que nos dias maus, tenhamos força suficiente para os recordar, em slow motion... e sorrir.

9 comentários:

  1. Temos que acreditar sempre, que após a tempestade vem a bonança, se somos bons para os outros, porque não serão para nós? É uma questão de encaixar as peças certas do puzzle no momento exacto, tarefa árdua, mas que após algumas persistência, conseguimos.

    Quero dar-te os Parabéns pela pessoa magnífica que és, pelas palavras que partilhas connosco, e porque me deixase emocionada a pensar: afinal há esperança, afinal vale a pena :)

    Um Abraço do tamanho do mundo minha linda!

    ResponderEliminar
  2. Saltinhos: nada de choro, bute trocar prendas!

    Gaja: és mesmo com G maiúsculo, é mesmo isso! beijos grandes e obrigada pelas palavras!

    ResponderEliminar
  3. olá, obrigada por me fazeres ter esperança em dias melhores, com os testemunhos dos outros, neste caso o teu, aprendemos muito e vimos que não somos os únicos que já sofremos, e vimos que se outra pessoa ultrapassou, isso dá-nos esperanças que nós também o consigamos. :-)
    Beijinhos Grandes *.*

    ***

    ResponderEliminar
  4. Ah Artzinha...
    Foi mesmo um prazer encontrar-te por estes meandros. =)
    [também tinha boas referências]

    Também vou beber das tuas palavras...
    aprender com elas.
    Como sempre que cá venho, ou que temos oportunidade de "tomar café" ali ao lado.

    Foi mesmo um prazer... espero que um dia tenhamos oportunidade de nos reunir numa mesita de café para apanhar essa prometida traulitada ao vivo ;oD

    Jinhos GANDES

    [assim que li "slow motion" lembrei-me de The the]

    ResponderEliminar
  5. eh pá porra pra vocês...

    mas vêem? estão aqui tantos motivos pra sorrir;)
    beijinhos a todos!

    era giro esse café Mokitas!;)

    ResponderEliminar
  6. gostei do eh pá porra pra vocês... [lol]

    ;)

    kiss

    ResponderEliminar
  7. Bem, porque sei que tb escreves para mim, o meu muito obrigada, do fundo do coração, por me fazeres acreditar e por me fazeres sorrir =)

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design