x

o quintal da avó








o quintal da minha avó cheira a estrume
os sapatos ficam sujos quando lá vamos
há animais que nos olham de lado
e àrvores com fruta tão doce que normalmente vem com um ou outro bicho de bónus
e flores lindas e com abelhas

onde vi matar porcos, galinhas e coelhos
fiquei com comichões depois das desfolhadas
fiz de conta que era sangue, o vinho que os homens da família pisavam

e é por estas e por outras
em que se um dia sonhar com uns sapatos Louboutin
ou um vestido de marca
espero ter o discernimento necessário
para correr para estes campos,
rebolar na relva
e, de barriga para o céu

desatar às gargalhadas!

10 comentários:

  1. É bom conhecermos as nossas raízes, o lugar de onde viémos. Esse quintal guarda muitas memórias e é muito especial:-) bj

    ResponderEliminar
  2. ORa... posso ir contigo!? É que eu ia jurar que a minha vó tem um quintal igualzinho! LOL

    ResponderEliminar
  3. é isso Rita;)

    Mulher... ou melhor dizendo... prima?!?!

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  5. ups, o comentário da saltitona foi-se
    llllloooollll

    ResponderEliminar
  6. E e' tao bom crescer assim, eu tambem fui criada assim, e e' tao bom ver os mais pikenos como o S. dizer "vo' vamos ao pipi, ao poco..." "papa po pipi" em pleno Sec.XXI...
    e um dia terem essas mesmas recordaçoes que nos temos e saberem que o frango nao nasce no supermercado e ja sem cabeça lol
    bjooo gaja adorei as fotos

    ResponderEliminar
  7. Bem, permite-me "apenas" focar as fotografias, parabéns!!! Estão muito boas :)
    Quanto ao resto, tudo isso prova que há coisas que não têm preço...

    :)

    ResponderEliminar
  8. America: é mesmo isso amiga;)

    Hugo: obrigada, adorei a luz de final de tarde e comecei a disparar

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design