Zoo



eu não sou fã de Zoos.
logo à partida, o conceito de bichos em cativeiro como objecto de observação do bicho homem, causa-me arrepios.
isto porque tenho a mania de olhar para os olhos dos animais e nesses espaços... só vejo tristeza...
mas...
mãe que é mãe, faz tudo para ver a sua "cria" feliz.
lá fomos nós rumo à capital ver a tromba do elefante e o macaco que come banana.
foram precisos poucos minutos para me arrepender MUITO de lá ter ido.
o terreno é irregular, as jaulas são minúsculas e o cimento é mais que muito.
a envolvente cheia de edifícios não ajuda e o facto e ter de estacionar para lá de uma larga avenida e ter de a atravessar com a pequena pela mão, não ajudou à festa.
o ponto positivo: as natas em Belém.

no dia seguinte, com o objectivo de conhecer o Noddy, fomos à Quinta de Santo Inácio, a 10 minutos de casa.
estacionamos debaixo das árvores, descemos as rampas pelo meio de jardins e consegui ver bichos felizes, pássaros a voar, patos em lagos com terra e relva natural que até passeavam pelo meio de nós com as crias atrás.

isto tudo para dizer:
se tiverem vontade de ir ao Zoo,
sentem-se e esperem que passe.
depois disso, é só apanhar a A1 rumo ao Norte e ser feliz.

*as imagens são da Quinta de Santo Inácio, obviamente.

2 comentários

Com tecnologia do Blogger.