old sweet home





via emmas designblogg

nunca tive uma casa de sonho
mas durante o curso vi-as desfilar em frente aos meus olhos
em livros ou viagens de estudo.

mas o destino colocou-me no caminho
uma casa velhinha e podre.
tão podre que quem a conhecia fazia, com esforço, um sorriso amarelo
"vai ficar linda..."
e eu sorria de volta e imaginava-os a virar as costas
e interrogar os Deuses se eu estaria no meu completo juízo.

hoje chego a casa e ela é minha: nossa!
não a planeei, nem a imaginei desta forma,
e no entanto é tudo aquilo que sempre quisemos.
fica no centro, tem o mar como vizinho,
o branco nas paredes e portas que se abrem em dois,
tem quartos com 3 metros de altura
e uma garagem onde mal entra o carro.
mas ele lá está... e as bicicletas também;)

o gato da vizinha salta para o nosso pátio quando a mais pequena chega a casa
e as vizinhas mais velhas deliram com a chegada do riso de uma criança à porta ao lado.

esta é a minha casa de sonho.
tem paredes tortas e portas empenadas,
o riso de uma criança
e um abraço do amor de toda a vida
e não troco isto por nada,
nem pela mais bela chaise-longue, junto a uma caixilharia de vidro duplo com corte térmico, estore eléctrico e perfil oculto.

menos é, realmente, mais!

5 comentários

  1. Agora é que disseste tudo, menos é sempre mais! Pelo menos que tenhas sempre tudo o que realmente importa em abundância! bjs

    ResponderEliminar
  2. Adorei este texto! :))
    A nossa casa, fica sempre muito mais preenchida quando há sentimentos e emoções à mistura.
    E se tiver o riso de uma criança, tanto melhor! ;)

    Beijinho e boa semana*

    ResponderEliminar
  3. A casa de sonho é aquela onde nos sentimos mesmo muito bem e nos proporciona momentos únicos na vida! =)

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pela nova casa e muitas felicidades.

    Jocas

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.