x

eu bem vos digo...

ontem
foi dia da habitual e semanal visita da bibó.
ontem
enviei, na mochila da mais pequena, um livrinho feito por mim com uma reportagem fotográfica sobre a Casa do Saramago, para ser entregue ao meu avô. quem o conhece, imagina que, inevitavelmente, vai ficar com o olhar molhado e o queixo a tremer de emoção. quem me conhece, saberá que escolhi palavras com doses de mimo elevadas, que mexem com o coração de quem as lê. quando esse alguém representa tanto para mim.
ontem
fui a uma reunião na escola da mais pequena. ela apareceu no final e apoderou-se da sala, espantada com a quantidade de puzzles, surpreendida pela banca para vender fruta do tamanho dela. quando a educadora lhe dirigiu a palavra, virou costas e baixou a cabeça, reacção típica de quem tem nos genes, uma boa percentagem da timidez da mãe.
ontem
juntamente com a mochila da mais pequena, vinha um saco de papel. eu já sabia o que aí vinha mas o meu pobre coração ainda batia forte porque o dia da independência está mais próximo que nunca. a ansiedade é muita.
ontem
agarrei num vestido feito pelas mãos de quem me criou. reconheci o padrão à primeira vista. era com um avental com estas flores que a minha avó me abraçava. era com estas flores que me punha na mesa o único bife de fígado que eu aceitava comer. era com estas flores que íamos buscar ovos à capoeira e depenávamos as galinhas. diz ela que "foram estes ossos, nina", que não lhe dão descanso, que a fizeram demorar a terminar o vestido. completou o look com uma cueca.
ontem
ninguém fazia anos. nas montras, nada tornava o dia especial. não era natal. nem divulguei a notícia no facebook. o mundo girava e estava sol, achei que estas eram razões de sobra para mimar quem me mima desde que nasci. em troca recebi amor na forma de um vestido.
nada mau.

13 comentários:

  1. Fico deliciada com estes teus posts. Porque gosto muito da forma como os escreves, porque gosto muito da relação que manténs com aqueles que te são mais queridos e porque me revejo em algumas coisas que escreves sobre a tua avó.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  2. Ohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
    É lindo!!!!
    Uma prendinha maravilhosa!!!!
    Este é um daqueles a guardar sem dúvida (após muito uso da pikena!!!!!)...
    Que miminho bom!!!!
    Jocas

    ResponderEliminar
  3. Muito bonitas as tuas palavras, o amor que transparece em cada post que escreves sobre os teus avós. O vestido ficou lindo. bj:)

    ResponderEliminar
  4. :')

    e lembrei-me de quando era pequena e fazia o mesmo com a minha avó!

    e o vestido está maravilhoso*

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde Art,
    que lindas palavras!
    O amor transparece em cada uma delas :)

    Lindo o vestido para a princesa.
    Muito bom ser amada e amar sem limites.

    Baci*

    ResponderEliminar
  6. Que amor tão bonito :')!
    E tens algo em comum com Saramago: um grande amor pelos avós, juntamente com uma grande admiração.

    ResponderEliminar
  7. Que lindoooo
    e pronto la estou eu de lagrima no canto do olho
    bjinhos

    ResponderEliminar
  8. Ok, já tenho aqui uma lágrima no olho, mais uma, e outra, agora já são muitas..... lindo. apenas isso. lindo. beijos nossos

    ResponderEliminar
  9. Lindo! Tudo! As palavras, as fotos...
    Beijocas para vocês! *.*

    ResponderEliminar
  10. Que lindo... és tão querida e linda (xiuuu que eu já vi um bocadinho de ti, aquele bocadinho que se vê por fora, porque aquele que se vê por dentro eu já sabia há muito muito tempo...)

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design