Novo mês, a mesma vontade

imagem Betsy Brwon Interiors, via See Saw

entramos num novo mês e eu continuo aqui. não é um drama, é um facto. quase todos os dias faço um esforço enorme para encontrar a motivação extra que preciso (e muito) para entrar nestas 4 paredes. o facto de ser uma pessoa muito positiva, torna essa tarefa relativamente simples. de facto, basta o cd certo no leitor do carro para entrar (como sempre o fiz) sorridente no escritório.
"o trabalho é para ganhar dinheiro, não é para stressar", disse-me um colega durante a hora de almoço. foi gargalhada atrás de gargalhada. pela espontaneidade. pelas taínhas que, ao nosso lado, alegremente se alimentavam de esgotos do rio. pela cidade que me abraça. que transforma uma pausa para almoço, em passeio "turístico" numa cidade capa de revista. e me inspira e me motiva. sempre.
eu até queria stressar com o trabalho. queria sentir adrenalina e, acima de tudo, orgulho no que faço. nada disso acontece. sou técnica informática... às suas ordens. uma gata borralheira dos tempos modernos mas que também não quer ser Cinderela, apenas uma gata trabalhadeira, dá para entender?
e não me venham com a história que devia agradecer aos santos e deuses por ter um emprego nos tempos de hoje. eu nem vou à missa. só quero arriscar, bater com a cabeça na parede (caso necessário) e seguir em frente. porque para trás mija a burra.


*adoro o recanto da sala na imagem. espreitem os interiores da Betsy Brown, é boa onda:)


14 comentários

  1. Gaja, não te vou dizer nada sobre o teres emprego e trocares o certo pelo incerto, até porque entendo perfeitamente o teu desejo de fazer mais e melhor, de novos desafios e não ser a técnica aí do sitio. Por isso e como sempre, desejo-te muitaaaa sorte! Beijos

    ResponderEliminar
  2. Compreendo o que dizes. Já me senti assim. Desmotivada e sem alma. Sei que deves estar farta de ouvir "tem calma", mas acho mesmo que tens de ter calma... e continuar a perseguir os teus objectivos. Só não tomes nenhuma atitude precipitada.

    Quanto à cidade, não há muito a acrescentar já que a música resume, com exactidão, o que é o Porto. Só quem cá "vive" sabe compreender. :)

    Anima-te!

    ResponderEliminar
  3. obrigada Fios :)

    Filipa, não estou deprimida :)) (acredita que é preciso muito mais para me deitar abaixo)
    foi apenas uma reflexão. eu estou a ponderar e a planear muita coisa. nada farei de forma precipitada. muito pelo contrário.

    agora, quieta e conformada não fico:) é coisa que não me assiste :) LOL

    ResponderEliminar
  4. Art, somos tão parecidas. A crise não pode ser desculpa para tudo, ainda temos o direito (e o dever) de procurar algo que nos preencha e nos agrade de trabalhar.
    Ou encontrar um compromisso entre o que "tem de ser" e o que "queremos muito fazer".
    Boa sorte e estou aqui a enviar boas vibrações para o Porto, que me deixa sempre com saudades. :)

    ResponderEliminar
  5. Vamos por partes, mas sempre com muita sinceridade:
    - lá porque as coisas estão mal não temos de nos agarrar de unhas e dentes a algo que só nos dá "para o bife" e não traz felicidade. até porque nada é certo hoje em dia e esta altura, em que todos estão encolhidos é a melhor para experimentar outros caminhos.
    - imagino-te a ser bem sucedida (mas mais importante ainda, realizada) em inúmeras coisas. Tu sabes que tens "o gigante adormecido" dentro de ti, é uma questão de traçares um plano concreto, mas tenho aqui um dedo que me diz que já por aí andas.
    - eu sei que é fácil falar para quem está de fora mas eu adiei alguns sonhos anos e anos porque estava absorvida em trabalho que não me realizava e resolvi dizer "basta". Nem tudo são rosas mas... nasceu a peca e outras coisas mais :) go get them tiger! Bj*****

    ResponderEliminar
  6. analog: é mesmo isso. muito obrigada.

    peca: gosto de ti. anda cafézar comigo...

    ResponderEliminar
  7. Gaja...
    Quando vires que estás para aí virada, dá o salto... Penso que 2012 será um bom ano (mesmo com as previsões Maias :P)...
    Jump Jump Jump Jump***

    ResponderEliminar
  8. Não nos sentirmos motivados é meio caminho andado para a desilusão. Como te entendo.
    Desejo-te muito boa sorte na procura de novos caminhos e que tenhas muito sucesso.

    ResponderEliminar
  9. candy: kriss kross will make you JUMP JUMP AH-AH AH-AH JUMP JUMP

    Soinita: obrigada:)

    ResponderEliminar
  10. Tive de comentar porque sinto exactamente o mesmo neste momento. E foi isso mesmo que escrevi aqui:
    http://maravilhosodestino.blogspot.com/2011/08/foram-boas-foram.html

    Também não acredito na desculpa da crise para me manter num emprego que não me preenche totalmente. E por isso é que também estou a organizar as coisas, com calma para ter desafios encantadores como costumo dizer.

    ResponderEliminar
  11. Pintas, é mesmo essa a solução, arranjar motivação planeando e "programando" as coisas para que um dia se possa dizer "chegou o momento".

    o pior que pode acontecer é voltar onde estamos...

    ResponderEliminar
  12. EStou contigo, porque me sinto exactamente assim.
    Desmotivado e agora que assinei contrato, sinto que me tornei no que não queria.
    Não era este o meu sonho e cada dia parece que estou a amolecer, a desistir.
    Mas como esse tu colega disse: " é para ganhar dinheiro" e é nisso que penso. Apesar de não ser muito. :-)

    ResponderEliminar
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  14. como te entendo! Passo mais ou menos pelo mesmo e, todos os inicios de mês, penso exactamente isto.
    Enfim, acredito que novidades surgirão, mais cedo ou mais tarde. Não é o que acaba sempre por acontecer quando procuramos algo?! :)
    às vezes, o problema é mais descobrir o que procurar... mas acho que até essa parte tem solução... vários caminhos, algum há-de ser o certo ;)
    Obrigada pelas tuas palavras e imagens, sempre inspiradoras!

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.