sobre o primeiro dia de aulas...


correu tudo bem, muito bem. e eu que andava feliz e forte e orgulhosa de a ver feliz por ir para a escola. acabei por ser uma vergonha e contente com o beijo e o até já, mamã na despedida, cheguei ao carro e desfiz-me a rir para o espelho... ao ver as lágrimas cair, descontroladamente. coração de mãe sofre. mesmo quando está tudo bem. mesmo quando apenas sente o tempo a passar, mais depressa que o esperado, mais surpreendente que alguma vez imaginou.

14 comentários

  1. Coracao de mae!
    E nao precisamos de mais palavras...
    Ainda bem que ela ficou bem :)

    Baci*

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Coração de mãe... a tua reacção parece-me mais do que normal! :)

    P.S: passei horas a ver esses vídeos. nem tenho palavras para descrever o quão enternecedores são. E a miúda é amorosa.

    ResponderEliminar
  4. Com a Matilde tb tem corrido tudo bem, mas passo o dia a pensar nela. Tenho ligado todos os dias para a escolinha, não consigo passar o dia todo sem saber como ela está. Compreendo bem a tua reacção:) bj:)

    ResponderEliminar
  5. Que linda! Eu sabia que a Pi se ia adaptar lindamente! E mãe é sempre mãe :-) digo eu :-) Beijinhos ao trio

    ResponderEliminar
  6. Ai gaja ao ler o teu e-mail fiquei de lagrima no canto do olho com a descricao que fizeste... principalmente a parte de comer o pao no carro e do balao...
    tao lindaa
    beijinhos amanha sera' um novo dia para a pequena Pi

    ResponderEliminar
  7. Já ouvi dizer que tenham os filhos 4 anos ou 40, as mães nunca deixam de se preocupar. ;P

    ResponderEliminar
  8. as lagrimas de felicidade sao as que mais gosto, pois temos sempre um sorriso! AMEI o clip! bom fim de semana

    ResponderEliminar
  9. Oh linda... Nem sei que diga... Realmente, mãe sente de forma especial.
    Beijos *.*

    ResponderEliminar
  10. É um passo importante... Ela está a crescer...
    Jocas

    ResponderEliminar
  11. Ai amiga... agora emocionaste-me muito com as tuas palavras. Deixaste-me a pensar no dia do Salvador. Deve ser tão difícil vê-los ganhar asas e nós termos de ficar felizes, embora o nosso coração fique assim pequenininho outra vez... como quando os vimos nascer.

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.