uma família diferente

imagens via Contemporist

esta foi a forma como, num lote de dimensões reduzidas, se resolveu todos os problemas de comunicação. a comunicação entre pisos, entre exterior e interior, o controle das entradas de luz e ventilação dos espaços. a comunicação entre espaços através de linguagem gestual.
neste casa japonesa, vive um casal surdo e os seus dois filhos.

6 comentários

  1. Ainda dizem que não há nada de surpreendente neste nosso mundo. Espectacular! Adoro como os vasos penetram o tecto até ao andar superior. Lindo!
    Beijos *.*

    ResponderEliminar
  2. este projecto representa um dos motivos pelos quais me apaixonei, perdidamente, por Arquitectura.

    ResponderEliminar
  3. É muito interessante, mas as janelas tão pequenas fazem-me alguma claustrofobia, confesso...

    ResponderEliminar
  4. Sabes que foi sempre a arquitectura japonesa que me inspirou durante o curso? Adoro Sejima :)

    ResponderEliminar
  5. Analog, acredito que sentisses diferente estando dentro do espaço, no entanto, este é um projecto muito específico e, por esse motivo, não consensual.

    Su: adoro Sejima! e sempre devorei os livros do "Mestre" Tadao Ando.

    ResponderEliminar
  6. isso e janelas a mais
    hehe
    dá um efeito giro quando a luz entra

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.