x

originalidade, precisa-se...

imagem da net que já passou uma temporada na barra lateral deste blogue

os gatos fedorentos - quando é que se deixam de cenas e voltam a fazer coisas e tal? - tinham uma expressão que define na perfeição certas e determinadas pessoas que conheço:
"sem personalidade jurídica"

eu, leiga em matérias de Direito, tenho a minha definição da espécie em questão porque, por vezes, e muito mais que o desejado, vou contra esses exemplares, nessa longa e larga estrada que é a vida. e se há dias em que não me aquecem nem arrefecem, outros há em que se colam tão perto de mim que quase rebentam a bolha de oxigénio que respiro e me sufocam.

afinal são apenas pessoas sem personalidade, o jurídico é só para dar um ar mais leve à coisa. absorvem a personalidade dos outros, julgando estar a criar uma própria. enganem-se. puxem pela cabeça. proponham algo de novo. dá trabalho, é certo mas depois crescemos. saímos da cêpa torta. copiar é feio e na primária dava direito a reguada.
tau-tau.

*este post foi um desabafo necessário e direccionado. serviu perfeitamente para pessoas sem personalidade jurídica fazerem o que lhes assiste: enfiar a carapuça. toma, vai buscar!


8 comentários:

  1. ficou um espetáculo, embora eu não tenha entendido as entrelinhas, ehehehehehe

    Deixa pra lá a minha ignorância em decifrar coisas giras...

    ResponderEliminar
  2. tu tens personalidade jurídica, Su... só quem não a tem vai decifrar, palavra a palavra.

    mas envolve cópia e falta de originalidade.

    ResponderEliminar
  3. huuum entendi juridicamente :)

    eheheheheh

    ResponderEliminar
  4. Quem é que te anda a copiar?!?!?!?!
    Tau tau na não-personalidade dessa pessoa! lol
    *.*

    ResponderEliminar
  5. mas acho que se deve ver como um elogio :)
    pensar sempre positivo

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design