x

CHILDHOOD - Dia 10



hoje andei numa correria mas consegui lanchar com a minha filha, a minha mãe e a minha avó materna. na casa onde fui criada, pelos avós a quem agradeço tudo. e nada seria mais perfeito para retratar o tema de hoje. acho que entendem, a demora do post.
bom fim de semana, pessoal.

28 comentários:

  1. que bela dedicatória Art :)
    A minha avó tinha uma máquina de costura muito parecida e, sim, também me é uma memória muito forte da infância.
    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  2. Hihihi, a minha Mãe tinha uma máquina desses, ela é costureira :)

    Já enviei o mail.

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  3. Lindo Art que bela momento.
    A minha avo tinha uma maquina assim...
    Que lindo
    Adorei o momento...
    Bjstos
    Bopm fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Ai esses pratos!!!
    Havia vários na casa da minha madrinha, que eu lia sempre de cada vez que lá ia :))))
    Lembro-me de um em prticular: "MARIDINHO DÁ-ME NOTA!!!!" LOOOL
    Beijoca

    ResponderEliminar
  5. Que linda dedicatória.
    A minha mãe teve uma máquina desse estilo, mas era Singer.
    E não há nada como os avós :)
    beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Lindas recordações ...
    Eu já não tenho avós mas tenho muitas recordações dos tempos passados com eles :)
    Jinhos

    ResponderEliminar
  7. Eu sabia que irias ter tempo para um lanche gostoso ...que lindo gaja
    aproveita cada minutinho sao o melhor deste mundo
    beijinhos as 4 gerações de mulheres da familia B.

    ResponderEliminar
  8. muito bonitos os momentos/recordações que fotografaste. eu também fui criada pela minha avó materna e tenho recordações deliciosas dessa época.
    dia feliz*

    ResponderEliminar
  9. Coisas tão boas !! Memórias tão boas, tão marcantes que ate dão borboletas no estômago ! Também fui criada pelos meus avós!!

    ResponderEliminar
  10. Bonitas fotos! A máquina de costura é igualzinha à da minha avó, onde também fui criada. :)

    Um beijinho e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  11. Amei! :)
    Que ar tão incrivelmente acolhedor tem a casa da tua avó !

    ResponderEliminar
  12. Aquele prato ainda hoje está na entrada da casa dos meus pais!
    Fiquei comovido...!

    ResponderEliminar
  13. Como eu gostava de ter uma máquina dessas!

    Beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  14. A minha mãe tinha uma máquina igualzinha a essa, foi costureira a vida toda, e odereceu-me uma aos 14 anos, ainda a tenho guardada no sotão.

    Memórias é tão bom.

    ResponderEliminar
  15. Faz-me lembrar a casa da minha avó na qual passei grande parte da minha vida, não só na infância mas até vir recentemente para a minha casa.
    Também existem lá uns pratinhos de parede desses e nunca mais me esqueci do que um tem escrito:
    "Quem entrar nesta casa
    com a língua tenha cautela
    pois pode entrar pela porta
    e sair pela janela".
    Que bom que é recordar ;)

    ResponderEliminar
  16. A maquina de costura além de linda, remete-me imediatamente a' minha infancia na altura em que a minha mae fazia alguns trabalhos de costura e eu andava ali com as bonecas a apanhar os restos dos tecidos!

    :-)

    ResponderEliminar
  17. Retrata REALMENTE como foi e como TINHA de ser!
    PARABÉNS XXXX

    ResponderEliminar
  18. Sem dúvida que valeu a pena. Se é com esta parte da infância que te identificas.
    Gostei muito :)

    ResponderEliminar
  19. A minha avó também tinha lá em casa uma machine dessas, mas da singer. Como eu gostava de passar la os tecidos pra coser! A máquina ainda lá está, mas já ninguém lhe passa tecido nenhum. Mas eu gostava de aprender. É uma coisa a recuperar.

    ResponderEliminar
  20. É uma casa portuguesa, com certeza!!! :D
    *.*

    ResponderEliminar
  21. Tal e qual como na casa dos meus avós maternos...boas recordações.

    ResponderEliminar
  22. Que fotografias lindas. A minha mãe tem uma singer que era da minha avó :)

    ResponderEliminar
  23. Que giro!! :)´

    Eu aprendi a costurar com a minha avó...desde pequenina que adorava estar a pedalar na máquina dela!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  24. Adorei este post! Especialmente porque trouxe para minha casa uma das melhores recordações de infância, a Singer de 1947 da minha avó e mãe!

    ResponderEliminar
  25. Que coincidência maravilhosa. E quanta nostalgia!!!

    A minha infância foi bastante marcada pela máquina de costura da minha avó (costureira), da qual já falei aqui:

    http://agre-e-doce.blogspot.com/2011/04/corte-costura.html

    e quanto ao prato de louça de Alcobaça (o meu berço), sempre fez parte do meu imaginário pois a minha mãe é das poucas pintoras de louça de Alcobaça que ainda há...

    http://agre-e-doce.blogspot.com/2008/08/loua-de-alcobaa-crnica-de-uma-morte.html

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  26. meu deus...
    as 2 primeiras fotos remontam à minha infância.
    a minha avó tinha uma máquina igualzinha a essa. A máquina está carinhosamente guardada :)
    O prato, não sei onde anda. Lembro-me que tinha um dizer diferente, que incluía a expressão "os meus filhinhos"... ou algo do género.

    :)

    que dejá vu!

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design