Say it

imagem partilhada no Facebook, autoria desconhecida


*o arquitecto Oscar Niemeyer tem a bonita idade de 104 anos. exerce a profissão, mantendo-se fiel a uma linha de pensamento que o caracteriza e que se mantém jovem e actual. uma referência e um exemplo de vida. um verdadeiro Mestre.

10 comentários

  1. sem dúvida, um exemplo a seguir!
    a sua obra é realmente notável...

    oxalá todos pudessemos deixar uma marca semelhante no mundo...

    dia feliz*

    ResponderEliminar
  2. Tao verdade!
    As vezes parece-me que as pessoas ja nem sabem conversar...

    Bom dia querida
    E ter 104 anos e continuar assim não é para todos. Que maravilha! Aposto que ele sabe conversar sobre a vida como ninguém....

    ResponderEliminar
  3. ...que bonita frase....
    isso é que é gostar do trabalho que tem

    ResponderEliminar
  4. Sem dúvida, Niemeyer é brilhante no que faz e no que diz!

    Muito por causa dele gostava imenso de conhecer Brasília... ainda um dia destes vi um filme brasileiro («Bela Noite para voar») que a certa altura dava conta da construção da capital do Brasil e mostrava a enorme influência de Niemeyer nessa obra imensurável!

    Felizmente em breve teremos (em Ponta Delgada) uma obra dele... já em Espanha inaugurou há pouco tempo o Centro Cultural de Avilés. Um pouquinho de Niemeyer mais perto de nós ;)

    ResponderEliminar
  5. Sim Dulce, ele tem uma obra notável. Há uns anos vi, com os meus pais e irmão, uma exposição retrospectiva da obra dele no Pav de Portugal e ficamos lá HORAS. Os meus pais ainda hoje se recordam desse momento. Ficamos todos fascinados.

    Eu perdi a conta aos vídeos sobre Brasília que vi:P Também gostava muito de lá ir.

    Em breve teremos o Museu de Ponta Delgada mas podes também visitar o Hotel e Casino, no Funchal.
    é lindíssimo.

    ResponderEliminar
  6. E há tanto profissional que nao percebe nada da vida!

    ResponderEliminar
  7. Palavras sábias.

    Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  8. Eu não conheço nada da obra do Niemeyer, a não ser imagens de Brasília. Mas é tão verdade o que ele diz.

    Chateia-me, desilude-me a valorização dos "homens-máquinas". Tenho colegas (muitos dos quais com médias de conclusão bem superiores à minha) mas vivem num mundo à parte. Não lêem, dão erros graves (o português também devia ser avaliado!), não vêm filmes, não sabem de história ou de ciência ou do que fora que esteja fora do mundo metódico. Mas para mim o problema mais grave é talvez a pura falta de espírito crítico, de coragem, de alegria, de coerência... Ahhhhhhhh!

    (hoje estou especialmente sensível a este tema!)

    ResponderEliminar
  9. Adoro o trabalho dele e os seus pensamentos ...
    Chegar aos 104 anos ainda com uma mente tão fresca :)

    ResponderEliminar
  10. Mas essa máxima não é compreensível pelos idiotas que nos governam!

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.