x

I'm a bird kid*


Até há uns tempos atrás eu pedia licença ao marido para aplicar as minhas ideias na casa. Talvez nesse pedido estivesse implícita uma necessidade de aprovação, uma insegurança de minha parte. Mas desde que o convenci a pintar uma parede de vermelho no primeiro apartamento em que vivemos, deixei-me de tretas. Foi como diz a música "At first I was afraid, I was petrified..." e agora ninguém me pára. Principalmente depois da aventura de pintar uma parede com caneta preta e a transformar num quadro de giz. Tudo o que venha a seguir "é canja".
Ontem só avisei "não te assustes quando entrares na sala". Pelo sim, pelo não, agora anuncio depois da obra estar pronta. Temos um pássaro espelhado a sobrevoar a nossa sala. Foi oferecido por um amigo, que os usou (eram vários) como decoração no seu casamento. Achava que iria para o quarto da mais pequena mas medrosa como é, era capaz de não pregar olho a noite toda e imaginar ("imagina, mamã!!") que este interagia com ela das mais fantásticas e divertidas maneiras. Assim vive na sala, e vai ficar o máximo com a luz do candeeiro que comprei nos saldos (aleluia, encontrei algo que se aproveite nos saldos do Ikea) a bater por baixo. Falta só comprar a lâmpada...


Until some time ago I asked permission to my husband, to apply my ideas at home. Perhaps this request was an implicit need for approval, an insecurity on my part. But since I convinced him to paint a wall in red, in the first apartment we lived in, I cut the bullshit. It was like the song says, "At first I was afraid, I was petrified" and now nobody stops me. Especially after the adventure to draw in a wall with a black pen and then turn it into a chalkboard. Everything that comes next is "piece of cake." 
Yesterday I just told him "do not be frightened when you come in the living room." Just in case, now I announce after the work is ready. We have mirrored a bird flying over our room. It was offered by a friend who used them (there were several) as decor in his marriage. I thought that would go to my daughter's room but fearful as she is, probably wouldn't sleep a wink all night and imagine ("imagine, Mom!") that the bird was interacting with her in the most fantastic and fun ways. So now the bird lives in the living room, and will be so cool with the light of the lamp beating underneath. I just need to buy a lamp...
*the title of this post comes ofter this amazing dance routine. 

6 comentários:

  1. A ideia é brilhante, gostava de ver como fica à noite com a luz do candieiro,

    quando andava na universidade um amigo meu fez uma coisa identica, num cartão recortou estrelas e uma lua, colocou um candieiro em baixo, à noite ficava tão giro, sempre achei que era uma ideia gira para um quarto de crianças

    beijinho e boas ideias

    ResponderEliminar
  2. Fica lindo, a tua cara, e até a estou a imaginar a bater asa por essas janelas fora e a voar sobre o vosso mar...

    ResponderEliminar
  3. Deve ficar muito louco com os reflexos do espaço envolvente*
    Adoro coisas que se movimentam :D

    ResponderEliminar
  4. anf... pois, também eu quero ver à noite, e ainda não tenho lâmpada no candeeiro :D Espero lembrar-me de tirar uma foto.

    Paula, sim! É super divertido!!

    Candybabe, adoro-o:D

    ResponderEliminar
  5. Adorei! Mas confesso que o que mais gostei foi das flores fresquinhas em cima da mesa da sala. :) beijocas

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design