x

Passear em casa e apanhar canas

Já é mais que sabido que eu adoro (adoro, adoro, adoro) morar aqui. E por aqui podem entender a nossa cidade, como também a região, e, inevitavelmente o Norte. Adoro a forma como a paisagem se transforma durante o ano, como a mudança de estações se reflecte em novas tonalidades. Estar a uns passos do mar, viver no centro de uma cidade, facilmente poder optar por ir passear à montanha ou visitar a cada vez mais deslumbrante cidade do Porto. Para mim, tudo isto anda próximo da definição de qualidade de vida e de verdadeiro luxo.
Este fim de semana, com a desculpa de ter de ir apanhar canas para usar aqui na minha horta (depois mostro o uso que lhes dei) voltamos a passear num passadiço diferente e muito mais emocionante para os mais pequenos porque tem zonas cobertas de areia onde podemos fazer de conta que tropeçamos e cair ao chão sem nos magoarmos. A parte menos divertida são os plásticos que vemos espalhados pelas dunas, restos do temporal e da lixeira que o ser humano produz (tantos copos de iogurte!).
A nossa filha aguenta cada vez melhor estas caminhadas, andamos cerca de hora e meia sem ela se queixar de cansaço. No regresso a casa, foi divertido sairmos desta zona do passadiço menos movimentada, e entrar na cidade com canas às costas, por entre o pessoal todo arranjado a tomar meias de leite na esplanada.

5 comentários:

  1. Sabes, acho que todos os sítios têm a potencialidade de serem assim, especiais como descreves o teu norte e eu o meu sul. Basta serem vistos pelos olhos certos! Bjs xx

    ResponderEliminar
  2. Pareceu-me reconhecer a praia, o ano passado, em 2010 e em 2007fomos passar aí uns dias numa casa que o ex-patrão do meu marido tem em São Félix da Marinha fizemos várias caminhadas da praia de Brito até à praia de Espinho.

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design