x

Paris, parte6: La Defense

A escolha do alojamento para ficarmos em Paris não foi óbvia, contrariamente ao que nos sugeriam, optamos por não ficar no centro da cidade. A fantástica rede de transportes públicos da cidade e a diferença de preços nas estadias fizeram-nos optar por ficar no extremo ocidental da cidade, em La Défense, o maior centro financeiro da cidade.
O bairro situa-se num eixo histórico que começa no Louvre, passa pelos Campos Elísios e pelo Arco do Triunfo (que podem ver, com esforço, no centro da imagem) e termina em La Défense.
Os hoteis, nesta zona, servem essencialmente pessoas em viagem de negócios mas para nós, foi a opção ideal. Optamos por um aparthotel (estúdio com kitchnette) para facilitar os finais de dia com refeições mais ao nosso gosto (os preços das refeições em Paris elevados) e até tivemos direito a um parque infantil todo engraçado, mesmo à frente da porta de entrada do Hotel, que a nossa filha visitava, independentemente do nível de cansaço, todas as manhãs e finais de dia.
O bairro está em pleno desenvolvimento e é composto por uma série de arranha-céus, que competem em altura, uma avenida central, com jardim e uma série de actividades para adultos e crianças, vários cafés e restaurantes e dois shoppings.
O hotel ficava por cima de uma estação de metro e por baixo do Arco de La Défense, existe uma grande estação com ligação a metro e comboio que nos levou directamente (ou seja, sem necessidade de mudança de linha) tanto para a Disney como para Versalhes.


Aproveitamos para conhecer e subir a escadaria do Arco, que provavelmente teria ficado fora dos planos caso tivessemos optado pelo centro da cidade para ficar alojados.
Mais uma vez os finais do dia eram absolutamente deliciosos, com um sol dourado a invadir a avenida e a fazer brilhar, ainda mais, os envidraçados dos prédios. Era o local perfeito para a nossa filha correr, saltar e pular e queimar as energias que, surpreendentemente, tinha sempre de sobra no final de cada dia, quando a nós os pés doíam e a vontade de tirar o calçado era mais que muita.

 Em cima, a vista da avenida de La Défense a partir do Arco. 

É definitivamente uma zona que aconselho a considerar numa visita à cidade, onde vimos preços para estadias em hotel de 5estrelas, ao preço de um de três, no centro da cidade. Poderão dizer que não é a mesma coisa, não é, mas eu acho que considerando o metro a passar de 2 em 2 minutos para o centro, e comboios com ligações de 15 em 15 para os arredores, a distâncias são relativas. Além disso, foi divertido ver o dia a dia de uma zona de escritórios, com executivos a chegar ao trabalho em trotinete ou bicicleta e mulheres de negócios super elegantes em sabrinas a almoçar uma taça de salada ou uma tábua de chouriços e queijo acompanhadas por um copo de vinho, sentadas num relvado.

Em baixo, na outra extremidade, a vista para o Arco do Triunfo.

1 comentário:

  1. Sim, acabaram por viver o lado dos cidadãos e não tanto dos turistas.
    Boa escolha! :D

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design