x

Ela e os passadiços


Os passadiços são aptos a crianças. No entanto, não aconselho a idades inferiores a 5 anos (claro que depende do nível de energia e personalidade de cada um). Vi alguns pais a carregar crianças pequenas às cavalitas, escadas acima, e não deve ser fácil. Mas também é verdade que vi pessoas de 50 anos e pessoas de 16 anos, paradas nas escadas, a recuperar o fôlego.

A minha filha tem 6 anos e, quando queria parar, parávamos. É importante, se os levamos connosco, caminharmos ao ritmo que eles podem e querem. Sem dramas. 
Pelo caminho ela ouviu elogios à sua bravura e valentia. Isso fê-la sentir importante. Entusiasmou-a. Motivou-a. Parou mais para saber o que podia comer da nossa mochila do que por cansaço. Fez todo o percurso com a sua mini carteira com uma mini Ana e mini Elsa lá dentro. E quando a Ana e a Elsa queriam ver a paisagem, nós paramos para elas verem a paisagem. 

Eu quero que a minha filha goste de caminhar no meio da Natureza. Como quero, por exemplo, que ela goste de ler. Por isso está nos nossos objetivos levá-la, cada vez mais, a este tipo de locais. Da mesma forma que sempre foi meu objetivo ler-lhe uma história, todos os dias, antes de deitar. 

Nesta fase, o nosso exemplo será o que ela terá de seguir. Um dia será ela a escolher o que gosta de fazer. Optar e decidir que caminhos percorrer. Por agora contento-me por ela se divertir a cansar o corpo e sujar os pés com terra.  

E que do alto de um miradouro me diga "Mamã, parecemos a Pocahontas!"

2 comentários:

  1. O melhor é que lhe estaS a dar tempo e oportunidade de ser ela! Sem pressões!

    ResponderEliminar
  2. Concordo consigo, mas também tudo vai do folgo de cada um. Quero muito conhecer esses passadiços de que tanto ouço elogios! *

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.
Design + development by MunichParis Design