11 anos


Eu não gosto de bombons, não sei como me comportar num jantar à luz de vela, os ramos de flores causam-me uma certa impressão e foco-me no nariz quando ele pede para o olhar nos olhos. 
Conhecer o outro é, também, conhecermo-nos. E eu cedo percebi que não sou romântica.

Este dia é excepção.

Os anos de aliança no dedo ainda não ultrapassaram os anos sem ela, talvez por esse motivo, onze ainda soa a pouco. Estou a contar com muitos mais. Acho que vamos conseguir. Na boa.

I don't like candies, I never know how to behave at a candlelight dinner, bouquets give me the chills and I focus on the nose when he asks me to look into his eyes.
Knowing the other is also knowing ourselves. And I soon realized that I am not romantic.
This day is the exception.
The years as a married couple haven't yet surpassed the years without a ring on the finger, perhaps for this reason, eleven years still sound like just a few. I'm expecting many more. I think we can do it. Easily.

2 comentários

Com tecnologia do Blogger.