A 50 metros do chão


Ainda o fim de semana estava longe e já sonhávamos com ele. "O sol vai chegar" - ouvíamos por todo o lado. E cá em casa, a Freita é sempre das primeiras opções quando está bom tempo. Mais uma vez a serra estava linda, as carnes deliciosas e as gentes uma simpatia. Junta-se um grupo de amigos, soltam-se as crianças no meio das pedras e temos a fórmula perfeita para um dia bem passado.
Desta vez resolvemos aumentar a surpresa e programamos uma visita ao Radar Meteorológico de Arouca. A 50 metros do chão, tivemos uma nova perspectiva sobre esta região que tanto adoramos e muito mais. Com a sorte de sermos brindados por um dia de céu limpo, pudemos avistar, nitidamente, as cidades de Viseu e do Porto, as Serras do Caramulo, Estrela, Marão e Gerês, e toda a costa litoral, da ria de Aveiro à Póvoa de Varzim. Por cima de nós, um radar topo de gama, transmite informação meteorológica diretamente para Lisboa, fazendo a leitura do território desde Sines a grande parte da Galiza. As visitas são realizadas todo o ano mas apenas segundo marcação prévia. Aproveitamos para visitar também a Casa das Pedras Parideiras, e conhecer mais sobre a origem de um fenómeno geológico único no mundo e presente na Serra da Freita numa área muito reduzida. Passem por lá!

Mais informações:

1 comentário

Com tecnologia do Blogger.