No estúdio com o Joan Miró.

 Estúdio de Joan Miró, Palma de Maiorca, imagens via weheart

"O meu sonho, assim que seja capaz de me estabelecer em algum lugar, é ter um grande estúdio, não tanto por razões de brilho, luz do norte, e assim por diante, que eu não me importo sobre isso, mas, a fim de ter espaço suficiente para ter muitas telas, porque quanto mais eu trabalho, mais eu quero trabalhar" Joan Miró, "Je rêve d'un grand atelier", Paris, Maio de 1938

Vi estas imagens do estúdio do Joan Miró, em Palma de Maiorca e lembrei-me do fascínio que senti quando estive neste espaço. O estúdio continua a ser um estúdio, não foi arrumado e arranjado como espaço de museu. Há telas por toda a parte, tintas e pincéis por todo o lado. 

Os artistas, principalmente os grandes nomes da história da Arte, sempre estiveram muito conotados, pelo senso comum, como pessoas bafejadas pela inspiração ocasional. Um pássaro sobrevoa um campo de papoilas e... surge uma obra de Arte. Basta perdermos um pouco do nosso tempo a conhecer a vida de um desses grandes nomes, para essa teoria cair por terra. As grandes obras são fruto de um trabalho quase obsessivo, de uma vida inteira dedicada à Arte, à pintura, neste caso em particular. 

Visitar o estúdio de um artista é a forma mais simples de percebermos isso. E de fazermos com que aquelas piadas do "eu também fazia isso", deixarem de ter tanta graça.

Mais sobre a Fundação Joan Miró em Maiorca aqui

3 comentários

  1. Ainda não tive o privilégio de conhecer este estúdio, mas tenho um livro que se chama mesmo "Miró in His Studio" e que é muito interessante. Ele é um dos meus artistas preferidos e muita gente menospreza o seu trabalho, sem saber toda a riqueza do processo criativo que está por trás! Talvez um dia lá consiga ir :)

    ResponderEliminar
  2. Aproveita as low-costs :)
    Há muito para conhecer em Palma de Maiorca, aliás, o país nosso vizinho está repleto até às costuras de museus, casas e estúdios de grandes artistas :)

    Eu também gosto muito do trabalho dele e também me desilude quem "fala por falar", de uma obra tão fantástica e interessante :)

    ResponderEliminar
  3. 'Eu também fazia isso!'… mas a questão é que não fizeram :)

    Bjs xx

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.