Um toque de azul


Esta Páscoa recebemos cá em casa um casal amigo, ela Estónia, ele Suíço. Foi muito bom estar com eles, visitar lugares bonitos da nossa região, conversar em volta de mesas recheadas de boa comida (e bebida) e praticar o inglês debaixo do olhar atento da minha filha. Todos as manhãs lhes deixava uma mensagem em inglês no quadro da sala. 

Foi também a desculpa perfeita para organizar o quarto dos brinquedos, mais conhecido por "quarto da tralha". A ideia era planear tudo com tempo mas o que aconteceu foi o contrário. Num rasgo de loucura, e apenas a duas semanas da chegada dos nossos hóspedes, comprei uma lata de tinta azul, coloquei umas fitas na parede e, sem proteger o chão nem trocar de roupa, pintei a parede. Não façam isto em casa. Não ficou perfeito mas ficou feito. A minha frase preferida dos últimos tempos.

O passo seguinte foi colocar umas molduras na parede aos pés da cama. Abri as capas de desenhos da pré-primária da minha filha e escolhi dois. Um abstrato e outro da nossa família. Acrescentei uma das minhas ilustrações e fui buscar um dos meus desenhos da pré, que a minha mãe guardou todos estes anos (és a melhor do mundo, mãe). De repente, o quarto mais desarrumado da casa virou abrigo para pessoas especiais. É agora um novo lugar preferido para as nossas brincadeiras. E algumas crianças da nossa cidade receberam brinquedos que já não eram usados cá em casa há anos.
Ficamos todos a ganhar.

ilustração Estendal (link)
cama Tarva (link)
tinta cor Azul Báltico (link)


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.