50 desenhos em 4 horas

De tempos a tempos este escritório GRITA por mim. Sou uma pessoa que não funciona bem no meio da desarrumação e basta a secretária começar a ficar cheia de papelada - geralmente a cada final de mês - para eu me sentir obrigada a destinar duas horas do meu dia para arrumar o escritório. Numa dessas arrumações mais profundas descobri estes desenhos, associados a uma história que agora vos vou contar. 

A poucas semanas de casar, de volta ao inesquecível ano de 2004 - esqueçam o Euro2004, refiro-me a Gelsenkirchen, onde tive a sorte de me deslocar para ver o meu clube sagrar-se Campeão Europeu - andava indecisa sobre o que oferecer aos convidados, até que disse ao meu futuro marido: "Já sei, vamos oferecer quadros pintados por mim!!". A minha excitação contrastou com a indiferença dele. Não achava exequível pintar e depois mandar emoldurar 120 quadros. E respondeu com um desafio: "Vemos quantos consegues pintar esta noite e depois decidimos." 

Nessa noite, deitei-me no chão da sala rodeada de blocos e materiais de pintura sem fazer a mínima ideia do que ia pintar. Até que me lembrei do local bonito onde íamos casar e das vistas para o rio Douro, que adoramos. E comecei com os rabiscos. 

Em 4 horas fiz 50 desenhos - fora os que não ficaram tão bem - e convenci-o que a minha ideia era genial. Ainda hoje entro em casa de amigos ou familiares, vejo os meus quadros na parede e recordo um dos dias mais felizes da minha vida. E hoje, ao encontrar estas relíquias, lembrei-me que não temos nenhum cá em casa. Vou já tratar do assunto.

2 comentários

  1. Que lindo, que recordação maravilhosa para vocês e para todos com quem partilharam esse dia tão feliz.

    Bjs xx

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.