As cores do Gerês e uma casa azul


Demos as boas vindas ao passado mês de Dezembro no Gerês. O Gerês é daqueles lugares onde vamos sem precisar de nenhuma desculpa. Já nos tratamos por tu e, ainda assim, não cansa de nos surpreender. Recebeu-nos completamente vestido de inverno, com uns verdes e uns amarelos ridiculamente deslumbrantes.



Ficamos instalados numa casa azul, situada no Campo do Gerês, onde fomos recebidos com queques de framboesa e um chá de Natal que bebi todos os dias. Acordar com uma cascata de casas de pedra a espreitar na janela e mimo espalhado pela casa, é muito bom, e é por esse motivo que vos deixo aqui a referência da Yanatur (link), caso procurem um lugar especial e que vos faça sentir em casa, na próxima visita ao Gerês. Sem patrocínio, só carinho. 


Os nossos dias foram feitos de passeios e muita conversa. Quando estamos rodeados pela Natureza temos de a saber observar e ter muita atenção aos pequenos encantos que facilmente nos podem passar despercebidos. Como o granito rosa que pintalga as encostas com cores de princesas ou o pequeno pisco de peito ruivo, que por vezes nos vem cumprimentar. No regresso a casa, sentimos alguma nostalgia, a de quem sabe que está a deixar um lugar muito especial mas a proximidade tranquiliza a alma. Temos a sorte de poder voltar sempre que sentirmos saudades. 

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.