Assumir a minha ARTE.


Há muito tempo que não escrevia aqui no blogue mas hoje perdi um tempinho para vos falar do que tenho feito e das mudanças que senti serem urgentes, em relação ao meu trabalho artístico. Ufa, custou mas consegui: o meu trabalho artístico, a minha Arte. Falta-me muita alguma dose de confiança para assumir o que faço como Arte mas este ano tudo está a mudar. 

Desde que me lembro que nunca tive problemas em estar sozinha porque nunca senti solidão quando estou só. Complexo? É muito simples. Tenho tantas coisas dentro de mim, ideias, sonhos, pensamentos, que estou sempre ocupada. Além disso, tenho a sorte de estar sozinha apenas até ter junto de mim as duas pessoas que fazem do meu mundo um lugar feliz. 
E também tenho um livro de SUDOKU sempre por perto.

Nos últimos meses tenho trabalhado com colagens. Assumindo as referência que a Natureza que me rodeia me dá e tentando passar fragmentos dessa realidade para o meu trabalho. Nunca serei aquela pessoa que vos desenha flamingos ou cactos. Duvido que alguma vez vos desenhe alguma coisa em tons pastel, quando as cores que me rodeiam são vivas e explodem de intensidade. 

Tenho escrito e trabalhado numa série de ideias que há muito tempo queria desenvolver. Que fazem parte de mim. Estou, ainda mais, selectiva no que leio, na música que ouço ou nos lugares que frequento. Já não me contento com banalidades... quero magia. 

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.